Aretha Marcos
   
 
FACEBOOK
TWITTER
AGENDA
MARIORES INFORMAÇÕES
14/07
projeto "Palavra de paulista 3" no teatro Cleide Yaconis
MARIORES INFORMAÇÕES
30/07
lançamento do Tributo Amor Maior Antonio Marcos
MARIORES INFORMAÇÕES
14/08
show "20 anos de saudade Antonio Marcos" no Bar Brahma

 

 

 

 

 
DISCOGRAFIA
+
ARETHA (2010)
Discobertas

 

 

Aretha

 

+
ARETHA MARCOS AO VIVO (2006)
Som Livre

 

 

Aretha Marcos ao Vivo

 

+
DVD ARETHA MARCOS AO VIVO (2006)
Som Livre

 

 

DVD Aretha Marcos ao Vivo

 

+
PIRLIMPIMPIM (1982)
Som Livre

 

 

Pirlimpimpim

 




 
VÍDEOS E FOTOS
 
VÍDEOS

 
FOTOS

 

 

 
 
BIO

 

 

 

Aretha Marcos nasceu em 15 de maio de 1974, e é filha dos cantores Antonio Marcos (1945-1992) e Vanusa Santos Flores.

 

Na década de 1980, participou de vários especiais infantis realizados pela Rede Globo e também dos seguintes discos com as respectivas trilhas sonoras: “Pirlimpimpim” (1982), na faixa “Real ilusão” (Daltony Nóbrega), “Pluct plact zuuum” (1983), na faixa  “Sopa de Jiló (Angora)” (J. Seijas e L. G. Escolar, vrs. Daltony Nóbrega), “Pluct plact zuuum II” (1984), na faixa “Além das alianças” (Sergio Sá), em duo com sua mãe Vanusa, “Tem criança no samba” (1984), na faixa “Eu é que agradeço” (Daltony Nóbrega), “Pirlimpimpim 2” (1984), nas faixas “Cadê vocês”, “Frevo palhaço”, “O prazer do poder” e “Viva a vitamina”, todas de Guilherme Arantes e Paulo Leminski, “Tiradentes nosso herói” (1984),  na faixa “Sinhá Olímpia” (Daltony Nóbrega e Lafayette Galvão), “Uma aventura no corpo humano” (1984), na faixa “Meu universo” (Silvio César, Daltony Nóbrega e A. C. Vanucci), novamente em duo com sua mãe Vanusa, e “Verde que te quero ver” (1984), nas faixas “Canção do despertar” (Edmundo Souto e Paulinho Tapajós), em duo com Fabiano, e “Canção de fadas” (Mú Carvalho e Paulinho Tapajós).

 

Ainda na década de 1980, lançou o LP “Aretha”, produzido por Liminha, contendo as canções “Anilina e Parafina” (Bobby’s Supermarket) (De Bois e V. Asten, vrs. Patrícia Travassos), “Pedacinho de amor” (Ruban), “Bumbum de neném” (A. Edgard Gianullo, João Derado Jr. e Emílio Carrera), “Leãozinho (Caetano Veloso), “Fada madrinha” (Papa Kid e João Boa Morte), “Pica-pau” (Erasmo Carlos), “Coração de carvão” (A. Edgard Gianullo), “Contato imediato” (Mú Carvalho), “Bruxa de mentira” (Gilberto Gil e João Donato) e “Pirata dos mil planetas (Pirata)” (Seijas, Gomes e Escolar, vrs. Beto Fae), em 1984. Participou também dos LPs “Pra gente miúda II” (1984), na faixa “Lindo balão azul” (Guilherme Arantes), “Zyb Bom” (1987), da Turma do Zyb Bom, na faixa “Adolescência” (Vanusa e Antônio Luis) e “Aos baixinhos com carinho” (1989), na faixa “Lindo balão azul” (Guilherme Arantes).

 

Na década de 1990, participou do álbum “Super especial infantil” (1992), na faixa “Lindo balão azul” (Guilherme Arantes), do especial e disco “A nave mágica” (1992), na faixa ”Skate voador” (Altay Veloso e Paulo Neto), e do CD “Tal pai tal filho” (1997), na faixa “Como vai você” (Antônio Marcos e Mário Marcos).

 

Na fase adulta, começou a cantar em bares e casas de show do Rio e São Paulo, tendo trabalhado ao lado de vários músicos, como Alexandre Castilho, João Castilho, Ricardo Leão, Cláudio Rosa, André Gonçalves, Paulinho Heman, Marcos Zama, Adriano Trindade, Paulo Calazans, Kiko Continentino, Bocato, Chico Willcox e Marcinho Eiras entre outros.

 

Em 2006, já utilizando o nome artístico de Aretha Marcos, lançou o CD e DVD “Aretha Marcos ao vivo – Homenagem aos 60 anos de Antônio Marcos” (Europa Filmes), em tributo à trajetória artística de seu pai. Gravado ao vivo no Teatro Shopping Frei Caneca (SP), o DVD trouxe no repertório as seguintes canções de Antônio Marcos: “Tudo que você me fez”, “Dizem que sou louco”, “You’ll Never Die” e “Como vai você”, todas com Mário Marcos, “Sonhos de um palhaço” e “Cara a Cara”, ambas com Sergio Sá, “Porque chora a tarde” (c/ Gabino Correia), “Coração americano” (c/ Fagner), esta com a participação de Fagner e Caçulinha, “E não vou mais deixar você tão só”, também com a participação de Fagner, e “Menina de Trança”. Também no repertório “Oração de um jovem triste” (Alberto Luis), “Tempo Perdido” (Peninha e Flávia), com a participação de Peninha, e “Tenho um amor melhor que o seu” (Roberto Carlos). Atuaram neste trabalho os músicos Bocato (regência e trombone), Chico Willcox (contrabaixo), Marcinho Eiras (guitarra e violão), Luis Gianiaki ”Jackaré” (sax e flauta), Márcio Negri (sax tenor), Cláudio Faria (trombone e flugel) e Vandinho Carvalho (bateria).

 

Com uma banda formada por Estevan Sinkovitz (guitarra), Ricardo Prado (teclados), Léo Freitas (baixo) e Caio Lopes (bateria), lançou, em 2010, o CD “Aretha”, contendo suas canções “A mulher do sacana” e “Tudo que posso com você”, além de “Resposta ao tempo” (Aldir Blanc e Cristóvão Bastos), “Em cima do Morro” (Eduardo Pitta, Sissi Abreu e Pedrinho Furtado), “Malabarista” (Marília Duarte), “Na telha” (Kleber Albuquerque), “Escada abaixo” (Eduardo Pitta e Xande Mello), “Tempero” (Xande Mello), “A Little Less Conversation” (Billy Strange e Mac Davis) e “Non, Je Ne Regrette Rien” (Michael Vaucaire e Charles Dumont). 

 

Atualmente a cantora é acompanhada pelo quarteto formado por Daniel Conti, Gabriel Altério, Peter Mesquita e Fabio Leandro.

 

 

 

 

 

 

CONTATOS